Canal Electro Rock Soundclound, CONHEÇA CENTENAS DE ARTISTAS!

Total de visualizações de página

Publicidade

25 anos sem cazuza, com lançamento de inéditas e livros

25 anos, Cazuza (1958 - 1990), saiu de cena e entrou para a história da música brasileira pela poesia crua que radiografou, com precisão, sua geração sem ideologia.
O cantor e compositor se tornou um dos grandes nomes da música brasileira, primeiro como líder da banda Barão Vermelho e, depois, na curta carreira solo.
Cazuza morreu na manhã de 7 de julho de 1990aos 32 anosvítima de complicações decorrentes da aids. 
Neste ano são comemorados ainda os 30 anos de Exagerado, o primeiro disco solo de Cazuza e a canção-título, o primeiro sucesso da carreira pós Barão.
Um disco com letras inéditas do compositor vai ser lançado pela Sony, com previsão para este ano. 




Cazuza deixou 65 letras inéditas que estão com sua mãe, Paula Lavigne está produzindo esse CD, que contará com participações de Caetano, Gil, Seu Jorge, Rogério Flausino e Baby Consuelo.
Este ano, Cazuza será celebrado em versões para ver, ouvir e ler. Além do disco com canções inéditas, serão relançadas edições atualizadas dos livros Só As Mães São Felizes (1997) e Preciso Dizer Que Te Amo (2001), ambos projetos de Lucinha Araujo lançados pela Editora Globo e que devem ganhar novas edições até agosto. O primeiro virou best-seller e serviu de base para outros dois projetos bem-sucedidos: o filme Cazuza – O Tempo Não Para (2004), dirigido por Sandra Werneck e Walter Carvalho, e protagonizado magistralmente por Daniel de Oliveira, e Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, o Musical, que estreou em 2013 e atualmente está rodando o Brasil, com a revelação Emilio Dantas dando vida ao poeta transgressor.
Toda a venda relacionada à obra do compositor é revertida à Sociedade Viva Cazuza.



Alex F. Kegler

Ama música, fotografia, possui cinco projetos musicais, rádio web e administra o canalelectrorocknews.com ... www.alexkegler.wix.com/alexfkegler

1 comentários: